Acesso a
profissionais
Público

ORL

A microbiota ORL é uma microbiota extremamente diversificada, que se assume incluir pelo menos 700 espécies diferentes.

Na boca, é encontrada principalmente na língua, membranas mucosas, gengivas e dentes, bem como na saliva. Os filos predominantes são Actinobacteria, Bacteroidetes, Firmicutes, Proteobacteria e Synergistetes,1 e os géneros primários são Streptococcus, Veillonella, Granulicatella, Granulicatella, Actinomyces, Corynebacterium, etc.2

Na cavidade nasal, Actinobacteria e Firmicutes são predominantes, com a presença ocasional de Proteobacteria: Corynebacteriaceae e Propionibacteriaceae são as famílias dominantes.3

No ouvido, acreditou-se por muito tempo que a zona estava isenta de qualquer microbiota (porque era estéril), mas, desde então, uma população relativamente diversa de bactérias foi observada no ouvido médio, com predomínio de Pseudomonadaceae.4 Estudos recentes evidenciaram também a presença de Alloiococcus otitis,5,6 Corynebacterium otitidis,5,6 e Turicella otitidis.6 Embora estas bactérias sejam encontradas em infeções do ouvido médio, o seu papel em indivíduos saudáveis ainda não foi elucidado, mas parece que o canal auditivo pode ser um reservatório de infeção para o ouvido médio.7

Disbiose e doenças ORL

Um desequilíbrio na microbiota oral está na origem de doenças como cáries, gengivite e periodontite, que são possíveis de prevenir combatendo o biofilme que concentra essas bactérias patogénicas.2 A microbiota nasal está a ser investigada de forma a se entender o seu possível envolvimento na sinusite, enquanto mais estudos são necessários para identificar completamente o papel das bactérias presentes no ouvido.

 

Fontes
1 – Wade WG. Detection and culture of novel oral bacteria. Chap. 2 de Oral microbial ecology – current research and new perspectives. Caister Academic Press, Norfolk (2013) http://www.caister.com/oral-ecology
2 – Zarco et al. The oral microbiome in health and disease and the potential impact on personalized dental medicine. Oral Diseases 2012 ; 18 : 109-120. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21902769
3 – Bassis C et al. The nasal cavity microbiota of healthy adults. Microbiome 2014. 2 :27. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4138944/
4 – Liu CM et al. The otologic microbiome. Arch Otolaryngol Head Neck Surg 2011. 137(7) : 664-668. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21768410
5 – Franck DN et al. Culture-independent molecular analysis of microbial constituents of the healthy human outer ear. J Clin Microbiol. 2003 Jan;41(1):295-303. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/12517864
6 – Stroman DW et al. Microbiology of normal external auditory canal. Laryngoscope. 2001 Nov ; 111(11 Pt 1) : 2054-9. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/11801996
7 - Chan CL et al. Identification of the Bacterial Reservoirs for the Middle Ear Using Phylogenic Analysis. JAMA Otolaryngol Head Neck Surg. 2017 Feb 1;143(2):155-161. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27812691

 

Patologias

A disbiose pode causar várias doenças com impacto em diferentes orgãos.

Modular a microbiota

Uma modulação da microbiota para um reequilíbrio é possível. Existem 1 processos no presente.

  • Probióticos

    A OMS define probióticos como “microrganismos vivos que, quando administrados em quantidades adequadas, conferem um benefício à saúde do hospedeiro”.
    Voir

As várias microbiotas

Microbiota intestinal

A microbiota intestinal é um órgão por si só.
Graças à metagenómica está melhor caracterizada e conta-nos gradualmente os seus segredos. Sendo altamente diversificada, vive em estreito relacionamento com o seu hospedeiro. Formada desde o nascimento, é específica de cada indivíduo e cumpre diferentes funções dentro do corpo: efeito barreira, funções tróficas, metabólicas e imunitárias, etc., além de outras que ainda têm de ser esclarecidas.

Voir

Microbiota vaginal

A microbiota vaginal é um ecossistema constituído por microrganismos, em que predomina o género Lactobacillus. O seu equilíbrio é frágil e mudanças na sua composição causam infeções.

Voir

Microbiota ORL

A microbiota ORL é uma microbiota extremamente diversificada, que se assume incluir pelo menos 700 espécies diferentes.

Voir

Microbiota Cutânea

A microbiota cutânea é extremamente diversificada. A sua composição varia de acordo com a zona cutânea e entre indivíduos, e seu desequilíbrio está associado a doenças de pele.

Voir

Microbiota Pulmonar

A microbiota pulmonar foi desconhecida durante muito tempo, já que era comumente aceite que os pulmões saudáveis eram estéreis. Este paradigma foi posto em dúvida com a descoberta dos vários tipos de microbiota humana.

Voir

Microbiota Urinária

A microbiota urinária foi descoberta muito recentemente e só agora começou a ser descrita. Desequilíbrios nesta flora podem estar associados a problemas no trato urinário.

Voir
Biocodex Microbiota Institute

Biocodex Microbiota Institute: um lider internacional em Microbiota

Voir