Acesso a
profissionais
Público

Doenças periodontais

As doenças periodontais são doenças comuns e irreversíveis que podem eventualmente levar ao enfraquecimento dos dentes. O seu início está associado a um desequilíbrio na flora da placa dentária.

As doenças periodontais graves afetam 15 a 20% dos adultos de meia-idade (idades entre 35 e 44 anos).1 Juntamente com as cáries, são a principal causa da perda de dentes. Segundo a OMS, quase 30% das pessoas com idades entre os 65 e os 74 anos não têm dentes naturais.1

Uma doença irreversível

As doenças periodontais são doenças infeciosas das estruturas de suporte dos dentes (gengivas, raiz, osso alveolar). Causam inflamação, hemorragias das gengivas e a formação irreversível de bolsas gengivais e periodontais.

Vários fatores contribuintes, incluindo a microbiota oral

Estas doenças são multifatoriais: fatores genéticos, idade, tabagismo, álcool, diabetes mellitus, VIH, certos medicamentos, menopausa, gravidez e, principalmente, má higiene oral.2 A presença de bolsas periodontais profundas e fidelização clínica perdida estão relacionadas com a presença de placa e tártaro dentários. Esta doença também está associada à transição de flora bacteriana saudável para patológica,3,4 incluindo estirpes anaeróbias patogénicas como Aggregatibacter actinomycetemcomitans, Porphyromonas gingivalis, Prevotella intermedia, e Fusobacterium nucleatum.2,3

Eliminar a placa dentária

O tratamento de primeira linha consiste em interromper a progressão da doença periodontal: remoção do tártaro supragengival e da superfície dos dentes, juntamente com tratamentos antissépticos ou antibióticos.2 Por vezes, o tratamento cirúrgico pode ser necessário. Em qualquer caso, é fundamental a educação em higiene oral.2

Uso potencial de probióticos

Desequilíbrios na flora oral associados a doenças periodontais podem justificar o uso de probióticos de forma a tentar limitar o seu aparecimento. Indivíduos que apresentam grandes quantidades de P. gingivalis podem, por exemplo, encontrar alguns benefícios na utilização de probióticos antes do aparecimento de uma doença periodontal.3 Vários estudos clínicos demonstraram a eficácia de probióticos como L. reuteri e L. salivarius na redução de hemorragias gengivais e formação de bolsas gengivais e periodontais.4-8

 

Fontes:
1- OMS Santé bucco-dentaire. http://www.who.int/mediacentre/factsheets/fs318/fr/
2- Haute Autorité de santé. Parodontopathies : diagnostic et traitements, mai 2002. https://www.has-sante.fr/portail/upload/docs/application/pdf/Parodontopathies_rap.pdf
3- Zarco MF et al. The oral microbiome in health and disease and the potential impact on personalized dental medicine. Oral Diseases (2012) 18, 109–120
4- Martin-Cabezas R et al. Clinical efficacy of probiotics as an adjunctive therapy to non-surgical periodontal treatment of chronic periodontitis: a systematic review and meta-analysis. J Clin Periodontol. 2016;43:520-30. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/26970230
5- Iwamoto T et al.. Effects of probioticLactobacillus salivarius WB21 on halitosis and oral health: an open-label pilot trial. Oral Surg Oral Med Oral Pathol Oral Radiol Endod. 2010 ;110:201-8. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20659698
6- İnce G et al.. Clinical and Biochemical Evaluation of Lozenges Containing Lactobacillus reuteri as an Adjunct to Non-Surgical Periodontal Therapy in Chronic Periodontitis. J Periodontol. 2015 ;86:746-54 https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25741580
7- Cocco F, Lingström P, Campus G. The use of probiotic strains in caries prevention: a systematic review. Nutrients. 2013 ;5:2530-50. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23857225
8- Twetman S, Keller MK. Probiotics for caries prevention and control. Adv Dent Res. 2012 ;24:98-102. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22899689

 

Patologias

  • Patologias orais

    A gengivite é uma inflamação da gengiva cuja persistência deve aumentar a preocupação com o risco de desenvolver uma ...

    Voir
Biocodex Microbiota Institute

Biocodex Microbiota Institute: um lider internacional em Microbiota

Voir