Acesso a
profissionais
Público

Urinária

A microbiota urinária foi descoberta muito recentemente e só agora começou a ser descrita. Desequilíbrios nesta flora podem estar associados a problemas no trato urinário.

A ideia de que a bexiga é um ambiente estéril e que as infeções urinárias estão relacionadas com bactérias de origem intestinal tem sido questionada. Trabalhos recentes evidenciaram a existência de uma microbiota urinária em indivíduos saudáveis.1-3 Essa descoberta abre toda uma área de investigação para caracterizar esta microbiota, determinar como é regulada e compreender o seu papel fisiológico e potencialmente patológico. Os primeiros dados disponíveis mostram que é menos abundante que a microbiota intestinal, com cerca de 105 UFC* por mililitro de urina, em comparação com 1012 UFC por grama de fezes.9 Também parece ser menos diversa que a microbiota gastrointestinal. Inclui apenas várias dúzias de espécies bacterianas, que podem variar de um indivíduo para outro.1,4 O género Lactobacillus é frequentemente identificado e, com menor frequência, Gardnerella, Streptococcus ou Corynebacteria.4,5 Estão a decorrer estudos para identificar os fatores que influenciam a sua composição e alterações, as suas interações com as microbiotas vaginal e intestinal e, especialmente, o seu papel no aparecimento de doenças urinárias. Um desequilíbrio nesta flora pode estar envolvido em infeções urinárias, incontinência ou doenças da próstata.5-8

*UFC: Unidades formadoras de colónias

Fontes
1- Fouts DE et al. Integrated next- generation sequencing of 16S rDNA and metaproteomics differentiate the healthy urine microbiome from asymptomatic bacteriuria in neuropathic bladder associated with spinal cord injury. J Transl Med 2012;10:174. 

2- Siddiqui H et al. Assessing diversity of the female urine microbiota by high throughput sequencing of 16S rDNA amplicons. BMC Microbiol 2011;11:244. 

3- Wolfe AJ, et al. Evidence of uncultivated bacteria in the adult female bladder. J Clin Microbiol 2012;50:1376-83. 

4- Brubaker L, Wolfe A. The female uriniary microbiota, urinary health and common urinary disorders.Annals of Translational Medicine 2017;5:34
5- Pearce MM, et al. The female urinary microbiome: a comparison of women with and without urgency urinary incontinence. MBio 2014;5:e01283-14.
6- Thomas-White KJ et al. Incontinence medication response relates to the female urinary microbiota. Int Urogynecol J 2016;27:723-33.
7- Khasriya R et al. Spectrum of bacterial colonization associated with urothelial cells from patients with chronic lower urinary tract symptoms. J Clin Microbiol 2013;51:2054-62.
8- Amarenco G, Microbiote urinaire et troubles mictionnels. Progrès en urologie 2015 ; 25, 615-627

Patologias

A disbiose pode causar várias doenças com impacto em diferentes orgãos.

Modular a microbiota

Uma modulação da microbiota para um reequilíbrio é possível. Existem 2 processos no presente.

  • Probióticos

    A OMS define probióticos como “microrganismos vivos que, quando administrados em quantidades adequadas, conferem um benefício à saúde do hospedeiro”.
    Voir
  • Modulação nutricional

    A composição da microbiota intestinal varia de acordo com o alimento ingerido, com consequências para o metabolismo geral.
    Voir

As várias microbiotas

Microbiota intestinal

A microbiota intestinal é um órgão por si só.
Graças à metagenómica está melhor caracterizada e conta-nos gradualmente os seus segredos. Sendo altamente diversificada, vive em estreito relacionamento com o seu hospedeiro. Formada desde o nascimento, é específica de cada indivíduo e cumpre diferentes funções dentro do corpo: efeito barreira, funções tróficas, metabólicas e imunitárias, etc., além de outras que ainda têm de ser esclarecidas.

Voir

Microbiota vaginal

A microbiota vaginal é um ecossistema constituído por microrganismos, em que predomina o género Lactobacillus. O seu equilíbrio é frágil e mudanças na sua composição causam infeções.

Voir

Microbiota ORL

A microbiota ORL é uma microbiota extremamente diversificada, que se assume incluir pelo menos 700 espécies diferentes.

Voir

Microbiota Cutânea

A microbiota cutânea é extremamente diversificada. A sua composição varia de acordo com a zona cutânea e entre indivíduos, e seu desequilíbrio está associado a doenças de pele.

Voir

Microbiota Pulmonar

A microbiota pulmonar foi desconhecida durante muito tempo, já que era comumente aceite que os pulmões saudáveis eram estéreis. Este paradigma foi posto em dúvida com a descoberta dos vários tipos de microbiota humana.

Voir

Microbiota Urinária

A microbiota urinária foi descoberta muito recentemente e só agora começou a ser descrita. Desequilíbrios nesta flora podem estar associados a problemas no trato urinário.

Voir
Biocodex Microbiota Institute

Biocodex Microbiota Institute: um lider internacional em Microbiota

Voir