Leite materno: a dieta durante a gravidez é crucial

Actu GP : Lait maternel : l’alimentation pendant la grossesse est capitale

O impacto da dieta na composição do leite materno é maior durante a gravidez do que durante a lactação e essa composição é conhecida por desempenhar um papel no desenvolvimento da microbiota intestinal dos recém-nascidos.

 

O método de alimentação utilizado influenciará diretamente a composição da microbiota intestinal dos recém-nascidos. O trato gastrointestinal de recém-nascidos alimentados por amamentação contém mais bifidobactérias e lactobacilos do que o de bebés alimentados com suplemento. Mas como é modulada a microbiota do leite materno? Vários estudos indicam que a dieta da mãe durante a gravidez e a lactação influencia a sua composição. Recentemente, outra hipótese sugere que as bactérias encontradas na microbiota intestinal da mãe migram para a glândula mamária.

Dois géneros bacterianos dominantes

Para se ter uma imagem mais clara, uma equipa de investigadores brasileiros analisou a composição microbiana do leite materno de 94 mulheres que tinham dado recentemente à luz. Dos 85 géneros bacterianos identificados, 3 estavam sistematicamente presentes e 10 foram encontrados na composição de pelo menos 90% das amostras de leite analisadas. Dois géneros eram maioritariamente dominantes: estreptococos e estafilococos, acreditando-se que estes desencadeiem a colonização do trato gastrointestinal dos bebés. As bifidobactérias e os lactobacilos, abundantes na microbiota intestinal de bebés amamentados, também estavam presentes, mas em quantidades mais baixas.

O efeito da vitamina C e dos ácidos gordos polinsaturados

Os investigadores examinaram os efeitos da dieta na microbiota durante a gravidez e durante o primeiro mês de amamentação. As duas principais descobertas foram:
- Apenas o consumo de vitamina C durante a gestação foi associado a um perfil bacteriano específico, dominado por estafilococos, sugerindo que tem impacto na microbiota do leite materno.
- O consumo de ácidos gordos polinsaturados (salmão, atum, entre outros) durante o período de lactação modificou ligeiramente a abundância de bifidobactérias.

Uma influência diferente antes e depois do parto

A dieta da mulher parece ter um efeito na diversidade microbiana e do leite. Contudo, essa influência parece ser mais forte durante a gravidez do que durante o período de lactação.

 

Fontes:

Padilha Marina, Danneskiold-Samsøe Niels Banhos, Brejnrod Asker et al. The Human Milk Microbiota is Modulated by Maternal Diet. Reproductive Health. Microorganisms 2019, 7, 502; doi:10.3390/microorganisms7110502