Mais natureza para uma microbiota imbatível?

Actu GP : Plus de nature pour un microbiote béton ?

Biodiversidade e microbiota: uma relação na natureza! Um estudo finlandês, primeiro do género, demonstra os benefícios da natureza para as microbiotas cutânea e intestinal das crianças e para a sua imunidade.

 

É o reverso da medalha das sociedades modernas, que adoram o alcatrão, os detergentes, os antibióticos e os alimentos processados: as microbiotas cutânea e intestinal, que contribuem para a nossa saúde e a nossa imunidade, é que sofrem com isso. Agredidas, com renovação deficiente devido à ausência de contactos com uma suficiente diversidade de micróbios, elas podem perder o equilíbrio, o que poderá explicar a atual explosão de doenças do sistema imunitário. E se bastasse substituir o alcatrão pela natureza para revitalizar as nossas microbiotas? É isso o que sugere um estudo finlandês, realizado junto de 75 crianças entre os 3 e os 5 anos. A sua abordagem é original: os investigadores encheram de verde alguns jardins de infância citadinos (cascalho coberto com relva, terra vinda da floresta, blocos de turfa para escalar, plantas) para observarem os efeitos desse ambiente enriquecido em microrganismos.

O contacto com a natureza estimula as macrobiotas

Os resultados são inegáveis. Após apenas 28 dias e 90 minutos por dia ao ar livre, as 36 crianças finlandesas dos 4 centros "revitalizados de verde natural" apresentaram a sua microbiota cutânea reforçada: a diversidade aumentou, algumas bactérias benéficas passaram a ser mais numerosas. A mudança foi tal que a flora da sua pele passou a ser comparável à de outras 23 crianças que frequentavam, durante todo o ano, jardins de infância que as levavam diariamente à floresta. A mesma tendência surgiu ao nível intestinal: a microbiota das crianças dos centros vegetalizados evoluiu rapidamente em favor de bactérias que produzem ácidos gordos benéficos.

Imunidade: o poder da biodiversidade!

Ainda melhor, o sistema imunitário das crianças também progrediu no sentido de um perfil menos inflamatório. Tudo parece assim indicar que a introdução da natureza no infantário será benéfica para o sistema imunitário das crianças: em contacto com os microrganismos da terra e das plantas, as suas defesas irão evoluir de uma forma equilibrada. Agora, já não há qualquer razão para proibir os seus filhos de enterrarem as mãos na terra ou de rebolarem na relva: é que isso é bom para a saúde deles!

 

Sources :

Roslund MI, Puhakka R, Grönroos M, et al.; ADELE research group. Biodiversity intervention enhances immune regulation and health-associated commensal microbiota among daycare children. Sci Adv. 2020 Oct 14;6(42):eaba2578. doi: 10.1126/sciadv.aba2578.