Dieta e saúde: o papel da microbiota intestinal nas doenças metabólicas

O dossier temático “Dieta e saúde: o papel da microbiota intestinal nas doenças metabólicas”, publicado em julho, reporta os últimos avanços no papel da microbiota no metabolismo (o conjunto de reações químicas e biológicas que ocorrem no corpo). 

Publicações recentes sublinham a relação entre a microbiota intestinal e a dieta e certas doenças como a diabetes (tipo 1 e 2); também sugerem o potencial benefício terapêutico do uso de pró-bióticos e pré-bióticos. 


Por exemplo, é-nos dito que os benefícios de uma dieta equilibrada não afetam toda a gente de forma igual. O problema está nas nossas microbiotas intestinais: nenhuma é igual à outra, nem mesmo em irmãos gémeos. Dependendo de que bactéria forma a maioria, os efeitos de regulação da dieta podem variar de acordo com a flora intestinal. Os nossos hábitos dietéticos também desempenham um papel. Algumas microbiotas mostraram ser mais resistentes a mudanças na alimentação. Eventualmente, seremos capazes de ter em conta todos estes parâmetros (hábitos dietéticos, composição e resiliência da flora intestinal) e desenhar uma dieta adequada a cada indivíduo.

BMI-18.04