Exposição: “Microbiota, o treinador invisível”

Para celebrar um ano de 2024 rico em eventos desportivos, o Biocodex Microbiota Institute destaca o papel da microbiota na saúde e no desporto através de uma exposição de fotografia. Breakdance, basquetebol, râguebi, surf e judo... Mergulhe no coração destas práticas desportivas e da sua microbiota!

Publicado em 15 Maio 2024
Atualizado em 16 Maio 2024
Photo: Exhibition

Sobre este artigo

Publicado em 15 Maio 2024
Atualizado em 16 Maio 2024

Sumário

Sumário

Descubra a exposição de fotografias

O Biocodex Microbiota Institute confiou ao fotógrafo Laurent Hini a delicada tarefa de desvendar os mecanismos em ação.

O projeto foi concebido como um confronto entre uma fotografia de grande angular do atleta e uma imagem que representa o seu “treinador de microbiota”. Para a microbiota, foi utilizada uma técnica mista de fotografia e IA visual generativa para materializar a função da microbiota. O retrato de ação é criado utilizando técnicas fotográficas “clássicas”. A inteligência artificial não substitui a fotografia, mas hibridiza-se com ela. Dá substância ao “treinador de microbiota”. Toda a exposição se baseia neste equilíbrio entre o representativo e o não-figurativo, entre o percetível (o atleta) e o oculto (a sua microbiota).

A cada díptico foi então atribuída uma dominante cromática: vermelho para a energia, laranja para o equilíbrio, branco para a defesa... A cor desempenha um papel importante na exposição: liga as duas secções de cada díptico e funciona como uma placa de sinalização, guiando o visitante através da exposição. E acentua o mergulho no coração de cada microbiota.

No total, temos 5 dípticos de grande formato para 5 desportos associados a 5 funções da microbiota. Mergulhe no coração de cada microbiota!

Breakdance, equilíbrio

Com Paola Soares da Silva
Sabia que? A nossa microbiota é constituída por centenas de milhares de milhões de microrganismos vivos, invisíveis a olho nu. Estes microrganismos, tais como bactérias, leveduras, vírus, fungos e parasitas, coabitam em simbiose com o nosso corpo, trabalhando em conjunto para manter o equilíbrio da nossa microbiota intestinal (ou flora intestinal). Uma microbiota equilibrada é caracterizada por uma diversidade e abundância de microrganismos. A diversidade da microbiota é um indicador-chave da nossa saúde. Mas este equilíbrio continua a ser frágil e é preciso cuidar dele. Numerosos estudos científicos mostram que a atividade física regular aumenta a diversidade bacteriana intestinal a favor das espécies benéficas. O desporto contribui assim para o equilíbrio da microbiota, preservando esta simbiose essencial para a nossa saúde e bem-estar.

Saber mais sobre Paola Soares da Silva

Empenhada na comunidade artística e desportiva do Breakdance, Paola Soares da Silva é uma atleta emblemática e inspiradora. Tornou-se vice-campeã de Breaking Île de France e Centre Val de Loire 2021, e depois campeã Centre Val de Loire 2024. Paralelamente à sua carreira desportiva, é também fundadora e gestora da Breaking Journey, uma associação que trabalha para divulgar e promover a cultura urbana e o breakdance em França.

Basquetebol, resiliência 

Com Sidney Attiogbé
Pequenos, invisíveis... mas muito resistentes! Uma alimentação rica em gorduras, stress, infecções... São vários os factores que podem perturbar o equilíbrio da microbiota intestinal (a chamada disbiose). A boa notícia é que a microbiota intestinal é resiliente, ou seja, capaz de recuperar de uma perturbação. Outra boa notícia é que o exercício físico tem demonstrado contribuir para esta resiliência. O exercício físico intenso está correlacionado com o stress oxidativo (um fenómeno natural ligado à produção de radicais livres no organismo). A resiliência da microbiota é essencial em mais do que um aspeto: contribui para uma boa digestão e absorção de nutrientes, combate o stress oxidativo e a inflamação, reforça o sistema imunitário e ajuda a prevenir certas doenças. Está convencido? Então compre os seus ténis!

Para saber mais sobre Sidney Attiogbé

Sidney Attiogbé, antigo jogador da seleção francesa de sub-23, tem como missão ajudar o maior número possível de pessoas a descobrir o seu desporto, o basquetebol em cadeira de rodas. Este atleta profissional contribui para alargar a visibilidade e a acessibilidade do desporto para deficientes, nomeadamente através de projectos e eventos que realiza em estreita colaboração com empresas.

Rugby, energia 

Com Jonathan Laugel e Maxime François
Precisa de um tónico? Recorra a sua microbiota intestinal! As bactérias da microbiota intestinal desempenham um papel importante na produção de energia dos desportistas. Como é que o fazem? A microbiota intestinal fermenta os hidratos de carbono complexos da dieta, que por sua vez produzem (sidenote: Ácidos Gordos de Cadeia Curta (AGCC) Os Ácidos Gordos de Cadeia Curta são uma fonte de energia (carburante) das células do indivíduo, interagem com o sistema imunitário e estão envolvidos na comunicação entre o intestino e o cérebro. Silva YP, Bernardi A, Frozza RL. The Role of Short-Chain Fatty Acids From Gut Microbiota in Gut-Brain Communication. Front Endocrinol (Lausanne). 2020;11:25. ) (AGCC), reconhecidos como uma fonte vital de energia para as células intestinais e outros tecidos do corpo. Estes, por sua vez, contribuem para a resistência e a recuperação durante o exercício. Um círculo virtuoso!

Mais informações sobre Jonathan Laugel

Membro da seleção nacional de rugby de 7, Jonathan Laugel é jogador profissional de rugby há 12 anos, recordista francês do número de presenças com a sua equipa, com 93 torneios e mais de 450 jogos disputados. Participou nos Jogos Olímpicos do Rio em 2016 e ganhou várias medalhas nos campeonatos do mundo, incluindo uma medalha de prata em Hong Kong em 2024. É também duplo medalhista de ouro no Campeonato Europeu de Rugby 7s.

Para saber mais sobre Maxime François

Maxime François, o seu treinador, é um antigo atleta de alto nível de luta livre. Nesta disciplina, conquistou o título de campeão francês seis vezes a título individual e três vezes por equipas. Também ficou em 5º lugar nos Jogos Mediterrânicos de 2018 em luta livre e em 3º lugar no Campeonato Mundial de Grappling de 2014. Agora, convertido em treinador de luta livre MMA, coloca a sua experiência e conhecimentos à disposição do Jonathan. Graças ao trabalho de Maxime, Jonathan melhorou dez vezes o seu desempenho desportivo. Uma relação forjada por anos de amizade e valores desportivos partilhados.

Surf e hidratação 

Com Ainhoa Leiceaga
Água, fonte de vida. A hidratação é essencial para todos, mas ainda mais para os atletas, cujo desempenho e recuperação dependem de uma ingestão óptima de água. A microbiota intestinal transporta a água e os electrólitos - minerais que ajudam a estabilizar o nível de hidratação do corpo - através da parede intestinal. Estudos científicos demonstraram que a composição da microbiota intestinal influencia a absorção de sódio e de outros solutos essenciais para a hidratação no sangue, contribuindo assim para a hidratação. Os atletas correm um maior risco de desidratação devido à transpiração intensa associada ao exercício. Por conseguinte, uma microbiota equilibrada contribui para a integridade da barreira intestinal e para uma boa hidratação do organismo, ambos essenciais para o desempenho desportivo.

Saber mais sobre Ainhoa Leiceaga

Membro da seleção nacional de surf, Ainhoa Leiceaga é uma surfista francesa de alto nível. A sua carreira tem sido marcada por muitos sucessos, incluindo o terceiro lugar no ranking europeu de juniores e o 4º lugar no circuito europeu de 2022-2023. Paralelamente às suas conquistas desportivas e ao seu empenho na proteção e preservação dos oceanos, Ainhoa é estudante de física e química.

Judo, defesa 

Com Raymond Demoniere
Ataque e contra-ataque! A microbiota intestinal actua como um escudo contra os ataques de bactérias (sidenote: Agente patogénico Um agente patogénico é um microrganismo que provoca ou pode provocar uma doença Pirofski LA, Casadevall A. Q and A: What is a pathogen? A question that begs the point. BMC Biol. 2012 Jan 31;10:6. ) . Como é que isso acontece? As bactérias estão em constante diálogo com o sistema imunitário intestinal, permitindo-lhe estar sempre alerta e, se necessário, proteger a barreira intestinal. A ativação da resposta imunitária desempenha um papel fundamental na resistência. Supere-se, sim, mas primeiro proteja-se! Existe uma relação entre a intensidade do desporto e a alteração da resposta imunitária do hospedeiro. Investigações recentes sugerem que a microbiota intestinal pode ajudar a contrariar as respostas inflamatórias desencadeadas pelo exercício intenso. Os atletas com uma composição específica da microbiota intestinal apresentaram um estado inflamatório mais baixo. Estes efeitos anti-inflamatórios da microbiota intestinal atrasariam os sintomas de fadiga durante o exercício de resistência. Vamos a isso! 

Para saber mais sobre Raymond Demoniere

Raymond Demoniere é um judoca francês, cinturão negro 6º dan. Figura respeitada no mundo do judo, é atualmente um treinador certificado pelo Estado. A sua influência vai para além da sua própria carreira, pois é ao lado do seu filho Romain, vencedor da Taça da Europa 2024 na categoria de cadetes, que treina e prossegue uma carreira de judoca de alto nível. A sua dupla encarna a força e a resiliência, mas também o respeito e a disciplina, valores fundamentais do judo. 

Microbiota e desporto: microrganismos de competição

Voltar ao índice: microbiota e desporto

Palavra do Diretor Científico do Instituto

Este projeto nasceu desta interrogação... e de uma oportunidade: a chegada de um ano 2024 rico em eventos desportivos em Paris! Mergulhámos em estudos científicos que demonstram a relação bidirecional entre a microbiota e a atividade física. Hidratação, defesa, equilíbrio, energia e resiliência: nestas cinco funções-chave do nosso corpo, a microbiota desempenha o papel de um treinador invisível. Com as bases científicas estabelecidas, precisávamos agora de chegar ao maior número possível de pessoas com um grande desafio: tornar visível o invisível. A fotografia, aliada à inteligência artificial, pareceu-nos a melhor forma de ilustrar os formidáveis poderes da microbiota. Invisível mas sólida! 

Obrigado a todos os atletas que participaram no projeto. 

“Tal como o desporto, a microbiota é essencial para o bom funcionamento e a proteção do nosso corpo.”

Murielle Escalmel, Corporate Scientific Communication Director
Copyrights

Créditos fotográficos : Laurent Hini.
Imagens manipuladas por Inteligência Artificial e desenvolvidas por Laurent Hini.

Fontes

Mach N, Fuster-Botella D. Endurance exercise and gut microbiota: A review. J Sport Health Sci. 2017 Jun;6(2):179-197.

BMI-24.37

    Leia também